PREFEITA FÁTIMA GOMES RECEBE O SECRETÁRIO ADJUNTO DA AGRICULTURA, PESCA E AQUICULTURA DO ESTADO DO CEARÁ

 

Atendendo a uma solicitação da Prefeita do Município de Quixelô Fátima Gomes, pedido reiterado pela nossa Deputada Estadual Miriam Sobreira, o município de Quixelô recebeu nesta terça-feira dia 31 de março de 2015, o Secretário Adjunto da Agricultura, Pesca e Aquicultura, Euvaldo Bringel que, acompanhado da prefeita, Fátima Gomes participaram do encontro com a Associação de Piscicultores de Quixelô, onde os representantes tiveram a oportunidade de apresentar as demandas dos produtores do município. O encontro aconteceu na localidade de Jiqui, e contou também com a participação de técnicos da Secretaria.

Entre as demandas apresentadas está a implantação de uma fábrica de gelo e uma unidade de higienização de pescado, o que possibilitará um menor impacto ambiental ocasionado pelo descarte das vísceras dos peixes de maneira imprópria. A proposta de implantação de um seguro em caso de perca de produção por fatores naturais, como a baixa das águas, também foi demandada. A proposta será levada ao Ministério da Pesca e Aquicultura (MPA), segundo Euvaldo Bringel.

Os piscicultores do município também pediram a intermediação da Secretaria junto ao Banco do Brasil para renegociação de dívidas que se vencem no próximo mês de maio. Devido prejuízo causado pela mortandade de peixes criados em tanques-rede na bacia do Açude Orós, na região Centro-Sul do Ceará, no último dia 23 de março, os produtores se encontram impossibilitados de quitar as parcelas. “A SEAPA emitirá um laudo oficial da situação desses piscicultores devido ao fenômeno ocorrido no último mês. Esse documento será apresentado a Superintendência do Banco do Brasil”, explicou o gestor. “A Secretaria vai estudar todas a questões levantadas nesse encontro com o objetivo de  adotar medidas, seja através da própria Secretaria ou com apoio de outros órgãos, que beneficie a produção no município”, concluiu o secretário adjunto.

Como medida preventiva à mortandade de peixes, a Secretaria da Agricultura, Pesca e Aquicultura (SEAPA), disponibilizou um caminhão frigorífico que ficará a disposição dos piscicultores de Quixelô, afim de armazenar em local apropriado a produção caso o fenômeno volte a acontecer.