Governo do Estado e Prefeitura entregam implementos agrícolas mecanizados às comunidades da Ranheta e Angicos 2

Câmara Municipal lotada para a solenidade de entrega de implementos agrícolas mecanizados para duas associações de Quixelô das comunidades de Angicos e Ranheta. Novidades e mais conquistas para a população também foram anunciadas.

Na sexta-feira (7), o secretário do Desenvolvimento Agrário, De Assis Diniz; e o assessor especial de Relações Institucionais da Casa Civil, Nelson Martins, junto com a prefeita Fátima Gomes e o deputado estadual Marcos Sobreira, entregaram dois implementos agrícolas do projeto de mecanização agrícola na tarde desta sexta-feira (7). A ação do Projeto São José III é responsável pela melhoria das condições de cultivo de dezenas de milhares de produtores rurais em todo Estado e representam um estímulo aos jovens agricultores a permanecerem no campo.

“Temos muitas prioridades em nosso município. Ainda assim, queremos pedir uma atenção especial do Governo do Ceará para as conclusões das obras do abatedouro e da Estrada do Peixe e a nossa escola de ensino médio”, pleiteou agradecendo pelas entregas da Areninha pelo e de sistemas de abastecimento d´água. Em resposta, o secretário De Assis Diniz assegurou à prefeita as “boas condições” para conclusão do abatedouro.

“São R$ 233 mil, sendo R$ 100 mil já empenhados e outros R$ 133 mil garantidos para conclusão da parte física do abatedouro. Além disso, estão previstos R$ 438 mil para, em processo licitatório, serem destinados para a compra de todos os equipamentos necessários”, listou. “Entretanto, prefeita, precisamos buscar outros parceiros para garantirmos a lagoa (de estabilização) e a cerca”, cobrou sobre os itens necessários para o funcionamento do equipamento.

O agricultor Francisco Barbosa de Lucena foi um dos 95 beneficiados com a política de mecanização agrícola do Projeto São José no município de Quixelô. “(As comunidades Angico II e Santa Maria) São comunidades que ficam distantes da sede do município e o único transporte que tem para preparar a terra é esse trator. Ou então, trabalhar a terra com o próprio animal”, relata sobre as dificuldades de arar 20 hectares de filho e feijão sem o equipamento adequado. “Com a chegada desse trator, a tendência é crescer a área que iremos plantar”.

 

Confira os discursos da prefeita Fátima Gomes, do secretário da SDA do Governo do Ceará, Diassis Diniz; do secretário de Relações Institucionais, Nelson Martins; do presidente da Câmara Municipal, Gilson Pereira e do deputado estadual Marcos Sobreira.

ÁUDIOS DOS DISCURSOS

FALA DA PREFEITA Fátima Gomes

FALA DO ASSESSOR DE RELAÇÕES INSTITUCIONAIS DO GOVERNO DO ESTADO DO CEARÁ – Nelson Martins

FALA DO SECRETÁRIO DO DESENVOLVIMENTO AGRÁRIO  DO GOVERNO DO ESTADO – Diassis Diniz

FALA DO DEPUTADO ESTADUAL  – Marcos Sobreira

FALA DO PRESIDENTE DA CÂMARA MUNICIPAL DE QUIXELÔ – Gilson Pereira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *