Prefeita Fátima Gomes desmente o deputado Agenor Neto sobre denúncia de desvio de 2 milhões de reais.

ARQUIVO: Entrega do sistema de abastecimento de água do Gaspar e Riacho do Meio em fevereiro de 2018

Ao contrário do que foi sugerido pelo deputado Agenor Neto, o SISTEMA DE ABASTECIMENTO de água das regiões como Pitombeira, Vassouras, Lagoa Funda e Madeira Cortada está concluído e 3 dos 4 sistemas projetados para atender a essas comunidades estão funcionando.

Todo esse sistema de abastecimento de água representa um investimento de dois milhões, ou seja: os 4 projetos. As comunidades daquela região estão tendo água nas suas torneiras graças a prefeita Fátima Gomes.

De acordo com o informado pela gestão, a empresa foi notificada pelo atraso na entrega da obra e ficou acordado que o sistema de abastecimento de água estará sendo entregue em maio. Se até o início de maio a obra não for entregue, a Prefeitura realizará o distrato, aplicará as sanções cabíveis e buscará outra empresa para a conclusão da obra. A empresa que executa a obra recebeu apenas pelo que fez, de acordo com a medição do que foi efetivamente executado. Portanto, não houve pagamento adiantado à empreiteira.

A prefeita Fátima Gomes não admite que recursos destinados à melhoria da qualidade de vida da população sejam desviados para outros fins que não sejam os destinados nas licitações.

Recentemente a prefeita investiu, em parceria com o Governo do Estado, SDA – Secretaria do Desenvolvimento Agrário o valor de R$ 778.679,87, beneficiando 218 famílias das comunidades Gaspar (132 famílias) e Riacho do Meio (86).

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quixelô no ZAP! Ouças as principais notícias